Apple pode excluir aplicações devido a conteúdo violento

Cortesia:Geek
Cortesia:Geek

A Apple está a tentar tornar a App Store mais segura para as crianças. A empresa irá rejeitar aplicações que não desfoquem armas ou contenham conteúdo violento e se adiram à classificação de rating de idades 4+.

A partir de agora, qualquer criador de aplicações que queira ver as suas aplicações na App Store, terá de seguir as novas regras de censura a icons, imagens e conteúdo violento. Muitos developers, já estão a seguir as regras da Apple, uma vez que caso não façam, a sua aplicação é retirada da loja, o que se traduz em perca de receita ou prejuízos.

Os criadores já confirmaram que a Apple não quer ver armas, nem imagens de alguém a ser morto. Assiste-se agora a um esforço acrescido para tentar cumprir as obrigações exigidas pela empresa de Cupertino.

Apesar de existir uma diferenciação de aplicações por idades, a Apple iniciou este processo de censura, devido aos utilizadores independentemente da idade, poderem ver os screenshoots na App Store.

Se isto é uma boa medida para os pais que tentam proteger os seus filhos de conteúdo violento, pode ser mais um forma de afugentar criadores de aplicações, que já se sentem muito “estrangulados” com a política bastante restrita da App Store.

É no entanto sempre recomendável a orientação de adultos, quando as crianças estiverem a utilizar equipamentos informáticos.