Atualização do Watch OS, faz Apple Watch avaliar frequência cardíaca de outra forma

Apple-Watch-Watch-OS-update-101Depois da ultima atualização do mais recente sistema operativo da Apple, o Watch OS 1.0.1, vários utilizadores têm referido que seus batimentos cardíacos estão sendo registrados mais esporadicamente, em vez dos usuais períodos 10 minutos a que estavam habituados. Este suposto problema, que se pensava ser um bug, é propositado  e já foi confirmado pela Apple.

No Watch OS 1.0, a frequência cardíaca do utilizador é registada a cada 10 minutos. segundo a Apple, na versão mais recente, o relógio continuará a fazer o mesmo registo, mas não irá gravar sempre que se esteja em movimento ou o braço do utilizador se mexer.

Esta nova mudança no registo da frequência cardiaca do Apple Watch, não nos parece fazer muito sentido, considerando que esta é uma característica que interessa à maioria das pessoas, uma vez que desejam visualizar as mudanças da freqüência cardíaca durante os exercícios cardiovasculares, ou sempre que se façam movimentos rítmicos, como correr ou andar de bicicleta. A Apple explica que estes movimentos ritmicos conseguem fornecer melhores leituras comparativamente com os movimentos irregulares.

A 9to5Mac alega que esta atualização foi provavelmente desenhada para ajudar a conservar a bateria do Apple Watch, à custa de medições de freqüência cardíaca mais precisos.

Se fores uma das pessoas que prefere usar o relógio para aviliar a sua frequência cardíaca com maior freqüência, é possível forçar o monitor a usar a aplicação de treino para gravar as alterações a cada 10 segundos.

Apesar de não parecer ser a melhor política ter de fazer isso manualmente, a verdade é que o Apple Watch não é um fitness tracker. Quem desejar funções de exercício mais precisas provavelmente deverá investir num fitness tracker “puro” como por exemplo os da Fitbit.