Banco do Reino Unido está a testar um sensor de frequência cardíaca para autenticar serviços

halifax-bank-nymi-band
Cortesia: The Guardian

Um banco do Reino Unido está a testar um sensor de frequência cardíaca para autenticar e desbloquear certos serviços online. Tendo em conta que as passwords são fáceis de esquecer e difíceis de gerir, o Banco de Halifax está a experimentar um novo sistema que se baseia na frequência cardíaca de cada indivíduo, para substituir as passwords.

O sistema usa a Nymi Band, que é uma pulseira que efectua a leitura da frequência cardíaca. De modo a que a pulseira consiga ler a frequência cardíaca, o utilizador tem de usar a pulseira num punho e tocar com a ponta do dedo da outra mão no sensor da pulseira.

Para os clientes do banco de Halifax acederem a suas contas, a pulseira emparelha por Bluetooth, com as aplicações do Windows, Mac, iOS e Android.

O uso de sensores biométricos para autenticar não é assim tão recente, a Apple usa o Touch ID para se autenticar no Apple Pay entre outros serviços, assim como ZTE  usa o sistema EyePrint ID.

O Banco de Halifax acredita que este novo método de autenticação é mais seguro face à concorrência. Marc Lien, director para inovação e desenvolvimento digital, acredita que este método evita o uso fraudulento, possível no scanning da íris e das impressões digitais.

Apesar das passwords como as conhecemos estarem a cair em desuso, não deverá levar muito tempo até alguém descobrir que afinal é possível usar o ECG de forma fraudulenta, e que o melhor é atribuir várias camadas de segurança em vez de uma.

Até lá, vais querer continuar ter algumas precauções, para acederes à tua conta do banco de forma segura.

Fonte: The Guardian