Boeing 787 Dreamliner possui bug capaz de fazer o avião perder o controlo

k64825-13-660x492Para mal de quem tem receio de andar de avião, foi descoberto um bug no software do novo Boeing 787 Dreamliner, capaz de fazer com que os pilotos a percam o controle da aeronave em pleno vôo. A Federal Aviation Administration (FAA) já alertou as várias companhias aéreas para estarem atentas a este problema.

O bug é o que se chama de integer overflow, ou seja, um erro que se dá quando o cálculo é superior ao número que pode ser mostrado. Nos odómetros dos carros antigos isto acontecia quando por exemplo atingiam um milhão de quilómetros, em que o odômetro passava a zeros por não conseguir mostrar um número superior a 999999,99 quilómetros.

De acordo com um memorando da FAA emitido na semana passada, o Bug, segundo ao que a Boeing relatou à FAA, acontece quando um gerador é usado continuamente durante um pouco mais do que oito meses. De modo a evitar uma tragédia a FAA emanou uma nova directiva de aeronavegabilidade que as companhias aéreas serão obrigadas a seguir, até que este problema esteja resolvido.

O Bug que afecta o 787 Dreamliner da Boeing aparece quando o avião é continuamente alimentado durante 248 dias seguidos por um gerador e o GCUS e faz com que a aeronave possa perder a corrente alterna (AC), devido às Unidades de Controle (GCUS) passando simultaneamente para o modo de segurança.

O Boeing 787 Dreamliner possui quatro GCUS. Se todos eles passarem ao mesmo tempo para o modo de segurança, faz com que haja uma perda de toda a energia elétrica Independentemente da fase de vôo.

Como aviões sem energia caem, a Boeing está a desenvolver uma atualização de software para as GCU de modo a resolver esta situação perigosa.