Burlão após confronto telefónico ameaça de morte dono de computador

ameaça-telefone

Os burlões sempre existiram e sempre existirão. Com o fenómeno da internet, houve quem se adaptasse para arranjar uma forma de burlar os mais distraídos ou incautos utilizadores do ciber espaço.

Uma pessoa cautelosa não deixa um estranho qualquer entrar em sua casa, sem que esta comprove primeiro a sua identidade.

Recentemente publicamos um artigo neste blog para alertar para o perigo de que algumas pessoas estariam a fazer passar-se por técnicos da Microsoft, de forma a enganar e extorquir dinheiro, instalando malware remotamente, sob o falso pretexto de uma verificação de segurança.

Um canadiano residente na British Columbia, recebeu uma chamada do falso técnico da Microsoft, para a verificação de segurança e respondeu de forma a que o burlão entrasse no seu jogo. Com o tempo o burlão ficou mais persistente e continuou a insistir de forma ganhar acesso ao computador que lhe garantiria algum dinheiro.

Jakob Dulisse durante a chamada é inquirido pelo burlão irritado, em tom ameaçador se ele sabia o que faziam aos canadianos que viajavam para índia? O Burlão continuou e respondeu que cortavam-nos em pedaços e atiravam-nos ao rio.

A situação ainda agravou-se uma vez que o burlão afirmou que possuia o endereço da sua casa, e ameaça de morte Dulisse, ao dizer que iria mandar alguém para o matar. Por fim já com voz desanimada acaba por dizer “ Vou matar-te” e a chamada acaba.

Não existem receitas que se possam aplicar neste tipo de situação, no entanto o ideal no momento em que se aperceba de que é burla é desligar o telefone e não dar mais atenção à situação. Vai que ganhar mais tempo, menos preocupações e mais saúde! No final de contas, sempre pode deixar uma queixa na polícia.

 

Fonte: CBC News