Caneta ARC é capaz de melhorar a escrita de doentes com Parkinson

caneta-arcEmbora existam muitos sinais e sintomas da doença de Parkinson, tais como a lentificação dos movimentos, alterações do discurso, dificuldade na deglutição entre muitos outros, o sintoma mais típico e facilmente reconhecível são os tremores físicos.

Além da dificuldade de realizar movimentos finos, como amarrar atacadores de sapatos ou abotoar um botão de uma camisa, os tremores podem dificultar o simples gesto de segurar uma caneta e escrever de forma legível.

Um grupo de trabalho da Dopa Solutions criou uma solução para este problema. A equipe desenvolveu uma caneta que vibra, a fim facilitar a escrita de doentes com Parkinson.
O distúrbio de escrita que aflige vítimas de Parkinson, designado por micrografia, faz com as letras sejam pequenas e apertadas, que diminui consoante a pessoa escreve, dificultanto a leitura.

A nova ferramenta de escrita, batizada de caneta ARC, utiliza vibrações de alta frequência para estimular os músculos na mão de um doente de Parkinson, de modo a que este consiga alargar a caligrafia e torná-la mais fácil de ler.
A Dopa Solutions ainda não publicou os resultados oficiais, mas os investigadores afirmam que de 14 doentes testados, 12 deles (cerca de 86%) foram capazes de escrever de forma mais legível graças à caneta ARC.

Além dos tremores dificultarem a escrita o formato das canetas e dos lápis não são os melhores para doentes com Parkinson. A caneta ARC pretende também resolver este problema, uma vez que é grossa o suficiente para que os utilizadores a possam agarrar melhor, melhorando o aperto e movimento.

Por  enquanto a doença de Parkinson ainda não tem cura, no entanto a tecnologia está a ajudar a ultrapassar algumas das limitações impostas pela doença. Apesar deste estudo ser limitado devido ao pequeno numero de indivíduos estudados, a Dopa Solutions procura patrocinadores para continuar o desenvolvimento da caneta ARC.

A empresa não se fica por aí pois pretende integrar a tecnologia de vibração em outros utensílios que os doentes de Parkinson têm dificuldade de usar.  Escovas de dentes, talheres e até mesmo ratos de computador que tremem podem num futuro próximo melhorar a qualidade de vida de milhares de doentes de Parkinson.

ARC, therapeutic vibrating pen for people with parkinson’s from Hwansoo Jeon on Vimeo

Fonte: Dopa Solution