Casio segue a tendencia e traz Wear OS para a gama G-Shock

Quando se pensa em relógios capazes de resistir a tudo, é impossível não pensar nos Casio G-Shock.

Apesar da famosa marca de relógios ter vindo introduzir novas características e funções a nestes relógios ao longo dos anos, a Casio não se pode dar ao luxo de perder a carruagem e não introduzir um smartWatch na sua linha G-Shock.

Aparentemente isto irá mudar em breve. A Casio anunciou que irá lançar o G-Shock GSW-H1000 com o sistema operativo Wear OS da Google.

Ou seja, na prática iremos ter um relógio resistente à água, capaz de ir até aos 200mt de profundidade (20 bar), em que o limite serão as apps proporcionadas pelo Wear OS.

Isto certamente trará um preço à sua altura, pois o Wear OS possui uma biblioteca de apps ampla, boa integração com os smartphones Android, mas necessita de um bom hardware para funcionar com fluidez.

O Reverso da medalha é que provavelmente terás de ir mais vezes ao carregador do que o que seria desejado e pagar um preço que não é para qualquer bolsa.

Ainda não se sabe a data em em concreto que o relógio irá ser comercializado, no entanto apuramos que este relógio será apresentado em três cores (azul, cinzento e vermelho) e que custará 599 libras.

Este equipamento vem equipado com um ecrã LCD TFT de 1,32 polegadas de 320×300 pixels com duas camadas, uma tela monocromática que estará sempre ligada, e uma colorida.

No que diz respeito a autonomia a Casio informa que GSW-H1000 consegue até 1 mês de autonomia no modo relógio utilizando para tal a tela monocromático e sensores básicos, e até 1 dia e meio com a utilização da tela colorida.

Cortesia Casio