Companhia aérea cobra 1200 dólares de internet a passageiro

Um passageiro da Singapore Airlines foi surpreendido quando teve de pagar a conta de internet que utilizou durante um voo. Segundo o passageiro a companhia aérea cobrou-lhe a módica quantia de 1200 dólares para ver os seus emails.

Jeremy Gutsche, passageiro da Singapore Airlines afirma que a companhia aérea cobrou 1171,46 dólares em taxas WiFi. O valor incluia um pacote de 28 dólares de WiFi que englobava 30 MB de dados e 1142,47 de dados extra. Gutsche afirma que essas taxas se devem exclusivamente às 155 páginas visualizadas e principalmente emails, além de um upload de um documento PowerPoint de 4MB.

Gutsche disse que contou cada página que viu, com o intuito de descobrir onde gastou os dados. Não consegue perceber se calculou mal a quantidade de dados usados a verificar e-mails e ver páginas ou se a companhia aérea teve algum problema na contagem de consumo de dados.

Há relatos da pouca fiabilidade dos serviços de internet durante voos. Além de velocidade instável e pouca fiabilidade das ligações, tem existido reclamações sobre erros na contagem de dados.  A Jetblue por outro lado possui um serviço Wi-Fi gratuito que ajuda todos os passageiros a passar o tempo e a trabalhar. Parece bem melhor do que os videos manhosos que por vezes somos obrigados a assistir.