Derby, o cão que ganhou proteses que permitem correr

A tecnologia 3D tem-se mostrado bastante dinâmica em fornecer soluções para proteses médicas. Neste caso o grande beneficiado foi Derby um simpático cão que teve a infelicidade de nascer com uma atrofia das patas frontais.

Como ninguém queria este simpático cão, Derby teve de ser resgatado por uma Associação de defesa dos animais. A história feliz deste cão começa quando ele é adoptado por Tara Anderson, directora da 3D Systems que é uma empresa especializada em impressões 3D.

Tara soube desde o inicio que era possível arranjar solução para melhorar a qualidade de vida do cão. Tara mais a sua equipe de designers desenvolveram o desenho até à protese actual e imprimiram.

As próteses de Derby permitem que o cão que apenas se apoiava com as patas traseiras e os cotos no chão hoje consiga correr.