E se as redes sociais fossem uma pessoa?

redes sociais homens

Segundo a wikipédia o Antropomorfismo é uma forma de pensamento que atribui características ou aspectos humanos a deuses, elementos da natureza, animais e constituintes da realidade em geral.

E se as redes sociais fossem uma pessoa?

Foi isso que fez a fotografa de moda Viktorija Pashuta. Pegou em modelos masculinos, vestiu-os de redes sociais e fotografou-os.

Mais do que tentar condizer os logotipos com as roupas e cores, a fotografa tentou que cada modelo personificasse o espírito  e essência da rede social que representa. Pahsuta explica no seu blog que esta visão é subjectiva uma vez que representa o que imaginou se as redes sociais fossem homens.

A fotografou representou o Facebook como o casual, o Twitter como classico, o Pinterest como o creativo, o LinkedIn como o homem de negócios, o Instagram como vintage, o Flickr como o artista, o Tumblr o rebelde e o Google plus como o inovador.

O giro deste tipo de trabalhos é tentar fazer o exercício de  que se fossemos nós a personificar as redes sociais será que as imaginavamos assim?