Em breve poderás ter uma lâmpada de grafeno em tua casa

Kostya Novoselov à esquerda, e à direita George Osborne com a lâmpada de grafeno (Foto: Universidade de Manchester)
Kostya Novoselov à esquerda, e à direita George Osborne com a lâmpada de grafeno (Foto: Universidade de Manchester)

O Grafeno é um material que veio para revolucionar o mundo da tecnologia, no entanto é um composto novo, com muitas potencialidades, mas nenhuma aplicação real…até agora.

Ultra leve, 100 vezes mais rápido que o silício, 200 vezes mais forte do que o aço e outras propriedades ópticas e térmicas, este material tem feito maravilhas nos laboratórios de diversos investigadores.

Kostya Novoselov e George Osborne,  investigadores da Universidade de Manchester, apresentaram a primeira aplicação do grafeno. Os dois Investigadores mostraram uma lâmpada de grafeno, que possui mais horas de vida útil, consome menos energia, é menos dispendiosa de produzir comparativamente às lâmpadas LED e o melhor de tudo é que estará pronta para ir para as lojas em poucos meses.

Este caso de sucesso é uma excelente notícia para os consumidores e para a Universidade de Manchester. A Academia efectuou de um protocolo de cooperação com a Graphene Lighting PLC, onde ambas as partes beneficiam dos lucros da venda deste e outros produtos, que sejam desenvolvidos pelo National Graphene Institute.

A empresa ganha com a venda de produtos novos e revolucionários e a Universidade de Manchester, através do seu Instituto, consegue financiamento que provavelmente de outra forma seria muito difícil de adquirir.

Esta lâmpada não é totalmente em grafeno. Ela usa um LED tradicional, que após ser coberto por uma camada de grafeno, faz com que o calor seja emitido para longe do LED. Na prática isso traduz-se em menor desgaste do material, prolongando a sua duração e diminuindo o consumo de energia.

Esta é a primeira aplicação grafeno, será que breve veremos também aplicações com siliceno?

Fonte: Gizmag