Google encerra desenvolvimento de baterias com maior autonomia

google-batteryCom o proliferar de dispositivos móveis, era de esperar que as tecnologias das baterias também evoluíssem da mesma forma. Infelizmente a Google terminou o projecto de baterias que iria permitir construir baterias com cinco a dez vezes mais autonomia se comparadas com as baterias actuais.

O Google ATAP ( Advanced Technologies And Projects) group, conhecido pelo desenvolvimento do telemóvel modular, projecto ARA e pelo projecto de mapeamento 3D denominado de projecto TANGO, possui uma metodologia muito própria, que termina todos os projectos que não produzam resultados em dois anos.

Infelizmente para todos, o Google ATAP terminou o projecto da nova bateria, aos nove meses, ou seja,  15 meses antes dos dois anos a que o projecto obriga a encerrar.
Segundo um ex-engenheiro do projecto ATAP, a Google terminou o projecto antes do prazo por este ser demasiado difícil de concluir dentro do prazo.

Isto levanta algumas questões pertinentes, se a Google com o seu vasto apoio financeiro, abandona um projecto por ser demasiado difícil, o que esperar das outras empresas com financiamentos microscópicos se comparado com a gigante tecnológica?

Infelizmente teremos de esperar que visionários como Ellon Musk e os seus carros eléctricos da Tesla, façam avançar a tecnologia das baterias, para que possamos ter um mundo com dispositivos menos dependentes de tomadas eléctricas e usufruir de uma maior mobilidade.

Fonte: Android Beat