Google retira 6 aplicações maliciosas da PlayStore

aplicações maliciosas
Imagem cortesia da Silicon

O mundo digital pode ser um mundo de oportunidades para quem está disposto a arriscar e ter um pouco de trabalho, no entanto desengane-se quem pensar que para ganhar dinheiro vale tudo. Há regras e têm de ser cumpridas.

A Google retirou várias aplicações maliciosas da PlayStore que clicavam em banners de publicidade sem os utilizadores se aperceberem e usavam abusivamente os seus dados.

Uma investigação conduzida pela Buzzfeed em colaboração com a Check Point, Method Media Intelligence e ESET security, descobriu que seis aplicações desenvolvidas pela DU Global geravam ilegalmente clicks nos banners de publicidade de forma a criar receitas de forma ilícita para os seus developers.

Esta investigação também colocou a descoberto o facto da DU Global ter mentido sobre o seu país de origem e não cumprir o regulamento GDPR pedindo permissões desnecessárias para o tipo de finalidade das aplicações.

É imperativo alertar que caso tenha efectuado download das aplicações Selfie Camera, Total Cleaner, Smart Cooler, RAM Master, AIO Flashlight e Omni Cleaner convém apagar do seu dispositivo móvel o mais rapidamente possível.

A Google como já nos acostumou, tomou as devidas providências e apagou as aplicações maliciosas referidas acima da PlayStore. A DU Global corre o risco de ser banida definitivamente de colocar qualquer aplicação que seja na PlayStore por incumprimento dos termos e condições contratuais.

Os investigadores descobriram que a Selfie Camera era tão fraudulenta ao ponto de além dos clicks ilegais a app monitorizava quando o utilizador efectuava um download de outra app esta capturava os dados da nova app e exigia aos developers que pagassem pelo download da selfie cam iludindo-os de que a app teria sido instalada por engano devido à nova aplicação. 

Desconhece-se a razão mas a selfie cam também possuía código capaz de monitorar a bateria o CPU e o uso de sites navegados pelos utilizadores.

Este tipo de ocorrências servem para nos alertar de que não é suficiente as apps serem aceites nas lojas de aplicações para serem seguras e que todo o cuidado é pouco.