Ligar ou desligar os seus gadgets ao andar de avião ?

sata-air-azores-andar-de-aviao-1Quem viaja muito de avião conhece o aviso, acerca do perigo que o uso de equipamentos electrónicos representa para a segurança da aeronave.

Um tribunal dos Estados Unidos anulou uma decisão da Federal Aviation Administration de 2013 que diminuía as restrições sobre o uso de aparelhos electrónicos pessoais durante o voo.

Segundo um artigo da Ars Technica, um tribunal de Washington, DC anunciou na sexta-feira que a FAA possui autoridade para permitir o uso de gadgets durante as várias fases de um voo.

No processo da Association of Flight Attendants vs Huerta, em que Michael Huerta é administrador da FAA, a AFA argumentou que o uso de aparelhos electrónicos pessoais durante os voos poderão representar perigo, distraindo os passageiros de comunicações de segurança ou se tornar projecteis durante episódios de turbulência.

Em 2013, o FAA tomou a decisão oficial de permitir o uso de dispositivos electrónicos durante a maior parte das fases de um voo.

Em 2014, cerca de 96 por cento dos passageiros norte americanos de voos comerciais, foram autorizados a usar pequenos aparelhos electrónicos durante a descolagem e a aterragem.

O tribunal determinou que a decisão da FAA é não vinculativo e não reflecte a acção final, o tribunal afirmou que não tem jurisdição para continuar com o processo da AFA.

De qualquer modo, não faltam relatos de pessoas que por descuido ou conscientemente deixam os telemóveis ou tablets ligados durante todo o voo, e não é por isso que se ouvem notícias de aviões caírem.

Por outro lado, se for uma pessoa céptica acerca deste assunto, espere que saiam mais estudos e desligue todos os equipamentos electrónicos.

Nós por cá, vamos continuar a seguir as instruções do pessoal de cabine enquanto tivermos de andar de avião .