Algumas medidas para fugir aos espiões informáticos

Imaginamos muitas vezes que tudo o que fazemos na internet é visualizado por alguém que esteja à “escuta”, no entanto, com algumas medidas podemos impedir que tal aconteça.

Edward Snowden responsável por uma grande fuga de informação acerca do sistema de vigilância dos Estados Unidos, revelou que há algumas medidas para fugir aos espiões informáticos.

Embora não nos meta confusão uma agência de espionagem verificar o que fazemos, há sempre um desconforto que estejam a “escarafunchar” a vida privada.

Também sabemos que é o compromisso da privacidade que faz com que o mundo seja mais seguro.

As agências de espionagem odeiam serviços de internet que não lhes permita verificar o que por lá passa. A rede Tor, serviços de Chat encriptados e Serviços de e-mail com grandes sistemas de segurança como o Zoho, são alvos a abater pelos espiões.

Uma combinação de serviços acima e a pessoa desaparece da “rede”. O que estes serviços têm em comum é o elevado nível de encriptação que faz com que seja quase impossível saber o que se passa. Digo quase impossível pois a história tem-nos ensinado que na net, mais cedo ou mais tarde tudo é possível.

As boas notícias para o utilizador comum que pouco se importa com a sua privacidade, é que serviços como a Google, Microsoft, Yahoo e Apple têm gradualmente vindo a aumentar os seus níveis de encriptação, tornando menos provável que alguém venha espiar a sua vida digital.