Navegador de internet Microsoft Edge ganha modo para crianças

Imagem cortesia da Microsoft

Não é fácil as famílias acompanharem de perto a evolução tecnológica, sendo que os miúdos hoje em dia têm muito mais facilidade em lidar com os gadgets e “mexerem-se” na internet do que os pais.

Felizmente existem softwares de controlo parental que impõem certas restrições, mas tal não implica que as grandes empresas também não tenham responsabilidade em preocuparem-se com as crianças de hoje, que serão os adultos de amanhã.

Percebendo esta lacuna no mercado, a Microsoft está a aplicar no seu navegador da internet o modo criança (kids Mode). Este modo está disponível no seu navegador nos sistemas operativos Windows e Mac, sendo que para o utilizar os pais ou cuidadores têm apenas de selecionar a opção “Browse in Kids Mode”, ficando as crianças apenas com acesso aos sites aprovados pelos adultos.

Apesar de não ser uma prática recomendada deixar uma criança navegar na internet sem supervisão, o facto de adicionar uma barreira de proteção irá fazer com as crianças se sintam mais autónomas e os pais possam respirar mais um pouco, supervisionando sem serem hiper protetores.

Entre os 5 e 12 anos as crianças ficam abrangidas pelo nível de proteção mais elevado proporcionado pelo Microsoft Edge e com as pesquisas limitadas pelo motor de busca Bing SafeSearch.

De forma a não deixar as crianças desamparadas a empresa de Redmond providenciou de raiz uma listagem de 70 sites mais populares entre as crianças.

Tal como qualquer software de proteção parental é sempre possível os pais adicionarem mais algum site que achem pertinente.