Nissan irá implementar nos seus carros tecnologia que detecta se o condutor está sonololento

Cortesia: Mashable
Cortesia: Mashable

Quem trabalha por turnos ou trabalha muitas horas seguidas, provavelmente já sentiu na pele o que é conduzir com sono. Considerando que um em cada cinco acidentes fatais é provocado por um condutor que adormece ao volante, estamos perante um problema grave de segurança rodoviária.

Inspirada em tornar a vida de quem circula na estrada mais segura, a Nissan desenvolveu para o seu Nissan Máxima o DDA (Drownsiness DetectionAlert).  O DDA é um sistema que aprende em poucos minutos o comportamento do condutor e detecta se este está demasiado cansado para conduzir, avisando para parar e fazer uma pausa para despertar.

O DDA funciona de uma forma bastante simples. Através da capacidade de aprendizagem, o sistema aprende em poucos minutos como o condutor se comporta atrás do volante, após este período, sempre que o sistema detectar comportamentos estranhos, falta de reacção ou pequenos ajustes que normalmente seriam efectuados pelo condutor, o computador de bordo emite um aviso sonoro e um aviso visual no ecrã do automóvel para parar e tomar um café para despertar.

Este sistema será introduzido no Nissan Murano de 2015 e no Nissan Maxima de 2016.

Enquanto os carros autónomos não estiverem em condições de se fazer à estrada, teremos de confiar nos fabricantes de automóveis, para nos ajudar a tornar as estradas mais seguras.

Fonte: Mashable