NSA espia hackers norte coreanos desde 2010

Esta semana, mais uma vaga de documentos roubados à NSA por Edward Snowden revelaram-nos  que a agência de espionagem dos Estados Unidos, segue desde 2010 os movimentos online da Coreia do Norte.

Esta nova leak, segundo o New York Times, vem esclarecer como as autoridades dos Estados Unidos conseguiram estabelecer rapidamente relações entre o ataque informático sofrido pela Sony Pictures em Novembro e a Coreia do Norte.

Com receio da Coreia do Norte e numa atitude preventiva, a NSA lançou à quatro anos, com a ajuda da Coreia do Sul e outros aliados, um programa de espionagem informática, que recorria a malware para seguir de perto as movimentações de hackers norte coreanos.

Apesar da negação do governo da Coreia do Norte no envolvimento ao ataque informático à Sony Pictures, os documentos lançados por Snowden, explicam a certeza de Barack Obama, em afirmar o envolvimento do governo Kim Jong-Un.

O ataque informático em retaliação pelo filme “Uma entrevista de loucos”, causou enormes danos à Sony Pictures, devido a terem sido lançados na internet filmes e documentos confidencias e passwords da empresa. A dada altura, os seus funcionários e famílias foram também ameaçados pelo grupo hacker responsável pelos ataques.

O presidente dos Estados Unidos prometeu publicamente uma resposta proporcional aos danos sofridos, não revelando quais as futuras acções. É facto de que a Coreia do Norte viu-se privada posteriormente de internet e de rede 3G, apesar de ninguém assumir a responsabilidade.