Partido Pirata é a maior força política da Islândia

partido-pirataAproximam-se as eleições e eis que nos chega uma notícia interessante da Islândia. O partido pirata é actualmente o maior partido da ilha situada no Atlantico Norte.

Apesar destes piratas não serem os anarquistas e os amantes de rum que estamos habituados a ver na televisão, segundo um estudo efectuado na Islândia, o partido pirata é actualmente o maior partido da ilha.

Um ano após ter sido formado, conseguiu 3 assentos no parlamento nas eleições de 2013. Entretanto esta força política tem aumentado a olhos vistos a sua influencia na população islandesa, que acredita no seu trabalho.

Este partido, formado em 2012 teve entre os seus fundadores, alguns membros envolvidos no famoso site de torrents Pirate Bay. O Partido que defende a neutralidade da net, direito à privacidade e uma reforma na lei do copyright, também se eleva na luta pela democracia, defesa dos direitos civis e transparência.

Numa época de crise e de pré eleições, em que todos os dias surgem notícias de políticos e altos cargos da função pública corruptos ou envolvidos em fugas aos impostos, um partido semelhante ao partido pirata poderia fazer por Portugal ou outro país qualquer no mundo o que o Partido Pirata Islandês faz pela Islândia.

Temos a certeza que a nova lei do copyright portuguesa PL118, que não sabe bem que serve e faz encarecer equipamentos de armazenamento electrónico, nunca seria aprovada com um partido pirata no poder.

As mudanças profundas na sociedade dependem fortemente da vontade política, e como os “Piratas” islandeses sabem disso, criaram a sua força política de forma a tornar a Islândia melhor.

 

Fonte: Geek