Pinterest cria programa de caça a falhas de segurança pago

pinterest-httpsO Pinterest, rede social conhecida por colocar “pins” nas figuras, esteve ocupado em aumentar o seu nível de segurança. A Startup, pretende deste modo proteger os seus clientes, assim como seu negócio.

A empresa nos últimos meses colocou as suas páginas a carregar através dos protocolos https, e embora com alguma relutância criou um programa de segurança pago, orientado para encontrar falhas de segurança.

Paul Moreno da equipa do Pinterest no blog do Pinterest, escreve que antes da transição para os protocolos https a criação de um programa pago apenas  para “caçar bugs” era uma medida melindrosa, dado a quantidade de vulnerabilidades conhecidas, associadas aos protocolos http.

Com a mudança para protocolos mais seguros, ficaram reunidas as condições para se criar um programa pago, destinado a encontrar e corrigir falhas de segurança, criando-se uma espécie de caçadores de recompensas da informática.

Para um estilo de negócio, que funciona mantendo as pessoas online, é extremamente importante manter estes utilizadores seguros.

Com o Google a começar a dar prioridade no seu motor de busca aos sites que usam protocolos https, faz sentido que cada vez mais negócios online, iniciem um processo de mudança para implementar protocolos mais seguros.

A rede social estimula deste modo a comunidade de hackers “bons”, conhecidos por whitehackers a usar o seu programa de caça às vulnerabilidades para ajudar a manter o Pinterest seguro.