Reino unido irá quadruplicar penas de prisão para abusadores online

Sem dúvida a internet faz parte do nosso quotidiano. É muito difícil passar um único dia  em que não nos liguemos online.

Da mesma forma que a internet foi evoluindo, foram também evoluindo novas formas de crimes e abusos cometidos online. Se por um lado temos de ter cuidados a aceder à nossa informação online e contas de home banking, por outro há que ter cuidados com a nossa privacidade e com o que se partilha.

Umas das grandes revoluções na internet, foi a criação das redes sociais. Nestas redes partilhamos informação, muita da qual deveria ser privada e adicionamos à nossa conta milhares de amigos, que muitas das vezes, ou não sabemos quem são ou já não temos relação com este.

Os abusadores online, muitas vezes designados por “trolls” aproveitam-se destas redes sociais para abusar das pessoas. Quantos casos de ciber bulling já não vimos nos telejornais, quantas pessoas são ameaçadas ou abusadas online todos os dias?

É a pensar em perguntas como estas que a justiça inglesa está num processo de quadruplicar a pena de 6 meses para 2 anos. Esta situação surge após o apoio publico da jornalista Judy Finnegan a um jogador de futebol, que cumpria pena de prisão por violação. Após este episódio a sua filha começou a “trollada” na internet e a receber ameaças de que iria ser violada.

A internet está em constante mudança e urge às autoridades competentes estarem um passo à frente e prevenir ou punir tais crimes.

Fonte: TNW