Review Motorola Moto G

Moto G 2014

A escolha de um telemóvel  nunca é fácil, há que ver quanto estamos dispostos a gastar,  o sistema operativo, o design, entre outras coisas.

Finalmente conseguimos por as mãos no novo Motorola Moto G de 2014 dual sim. O equipamento à primeira vista é bonito, é construido em plástico, mas com bons acabamentos. Tem um toque suave ao tacto. Ao pegar no equipamento nota-se a solidez da construção que não dobra quando colocado no bolso, nem escorrega das mãos devido a uma leve textura atrás.

Apesar do seu ecrã de 5 polegadas, o moto G não parece ser demasiado grande, sendo bastante confortável segurar. As suas medidadas ficam-se por 141.5 x 70.7 x 6-11mm e 149g.

O seu ecrã de 5 polegadas tem uma definição de 1280 x 720 pixéis, o ecrã é ips que nos mostra cores bastante vivas e vem com vidro Corning Gorilla glass.

Um ponto que também nos agradou foi a câmera de 8 megapixéis traseira, muito rápida a tirar fotos em boas condições de luz. Em condições de pouca luz nota-se que faz falta o estabilizador de imagem, que penaliza um pouco os videos e as fotos. Este Moto G de 2014 traz também uma câmera frontal de 2 megapixéis face aos 1,2 megapixéis do Moto G anterior.

Este equipamento pode ser adquirido com duas opções de armazenamento, uma de 8gb e outra de 16gb, ambos podem ser aumentados usando um cartão sd até 32 gb.

O som deste Moto G veio a ganhar com as duas colunas frontais stereo que fornecem um som claro e alto que nada fica atrás de outros equipamentos premium.

Das coisas que nos agradaram muito foi a migração de outro equipamento com android para este Moto G. A facilidade com que a app da motorola “Motorola Migrate” passa todos os dados de um equipamento para outro, é de salutar. Além disso a Motorola assegura o upgrade do seu sistema operativo Android KitKat para o Android Lollipop.

A motorola poderia ter melhorado o seu processador que continua a ser um snapdragon 400 quadcore a 1,2 GHz, mas que na utilização diária não se nota a sua idade e o seu GPU  Adreno 305 a 450MHz. A bateria é a mesma da geração anterior e não é removível, tem uma capacidade de 2070mAh, o que apesar do seu aumento de ecrã continua a durar cerca de um dia e por vezes mais, consoante a sua utilização.No que diz respeito a memória ram, o Moto G vem equipado apenas com 1 GB.

Este Android no Moto G faz-nos lembrar um pouco o iOS nos equipamentos da Apple, ou seja, o Android neste equipamento é muito fluido e rápido, quase que parece ter sido construído de propósito para este aparelho, fornecendo uma experiência muito boa.

Desagradou-nos muito não vir instalado o pacote de línguas Português de Portugal.

Pode-se concluir que este telemóvel é um equipamento muito bom e equilibrado, preço acessível, com uma qualidade fantástica e com Android puro sem modificações. Ao preço que é bem poderia trazer um carregador e uns headfones.