Será uma boa opção a Apple acabar com o magsafe?

magsafe

Li recentemente um artigo na TNW onde Owen Williams refere que a Apple acabou com o magsafe demasiado cedo. O artigo fez-me reflectir se a Apple teria ou não razão em acabar com o magsafe.

Na verdade o Magsafe ainda não desapareceu completamente visto fazer parte da gama Macbook Air e Macbook pro, no entanto, com a apresentação do novo Macbook, a Apple veio trazer a notícia da morte anunciada do seu famoso carregador para computadores portáteis, em detrimento do carregamento através da ficha USB tipo C.

O magsafe foi anunciado pela primeira vez ao mundo em 2006. Era um revolucionário adaptador de corrente, que se ligava ao computador através de um íman.

Este maravilhoso carregador, iria acabar de uma vez por todas com os acidentes provocados por puxões acidentais do fio, que poderiam causar a queda do portátil no chão, danificando-o. Era uma daquelas situações onde toda a gente saía a ganhar.

Desde que iniciei-me no mundo dos macs, raras foram as vezes que tropecei no fio do carregador, entretanto, todas as vezes que isto aconteceu, o magsafe cumpriu a sua função, o íman despregou-se do portátil e evitou que este caísse no chão.

Desde que o meu filho começou a andar percebi que é graças à tecnologia do íman presente no magsafe, que o meu Macbook pro ainda é vivo, pois só quem tem filhos pequenos, percebe que um fio aos olhos de uma criança é para ser puxado.

Por mais que consiga visualizar as vantagens que uma ficha USB tipo C podem trazer para um portátil, não me consigo conformar com o facto da Apple abandonar uma tecnologia relativamente recente, que inúmeras vezes salvou o meu portátil de ir para a sucata.