Serviços Secretos treinam como abater drones

0503_Secret_Service_630x420
Fotografia de Michael Reynolds/EPA/Corbis in Bloomberg

 

Um artigo da Verge veio revelar que  os serviços secretos irão voar com drones em volta de Washington DC. Os exercícios fazem parte dum plano dos serviços de segurança para prevenir ataques com estes pequenos aparelhos voadores.

Já foram iniciados voos nocturnos de forma a poder ser estudado formas de detectar, interferir nos sinais de controlo e abater estes pequenos aparelhos não tripulados.

Este aumento de actividade aparece devido aos desenvolvimentos após um drone ter caído nos relvados da Casa Branca, fruto de uma “brincadeira” de um (provavelmente) ex-agente dos serviços secretos.

Este incidente que fez levantar várias questões serviu para alertar acerca do perigo do mau uso dos drones e dos riscos para a Casa Branca.

Os serviços secretos buscam agora formas de detectar os drones, seja através da detecção de sinais de rádio ou de video streaming enviado entre o dono e o drone.

Estão ser desenvolvidos esforços para interferir com os sinais enviados entre o drone e o comando, de modo a que este não possa ser controlado por uma pessoa mal intencionada.

Estes exercícios estão a ser efectuados de forma a determinar o impacto que estas novas formas de defesa têm nas comunicações ao seu redor e nos sistemas de defesa já instalados na Casa branca.

A maior dificuldade não é interferir no sinal wifi usado para controlar o drone, mas sim interferir quando um drone já possui uma rota pré programada, baseada em diferentes localizações do GPS. Embora difícil esta não é uma tarefa impossível, uma vez que investigadores da Universidade do Texas em conjunto com a Homeland Security já o conseguiram anteriormente.

Abater drones vai em breve fazer parte do currículo dos agentes secretos!