Sistemas informáticos das instituições públicas é obsoleto

obsolete_computersNum mundo digital a segurança informática é algo que deve ser levado a sério. Todos os dias nos chegam notícias de vulnerabilidades que são descobertas, de ataques a organizações e até países.

Parece que os responsáveis pela administração pública não lêem notícias ao ponto de não saberem que uma pessoa ou pessoas mal intencionadas podem causar o caos, tal como aconteceu o ano passado durante o ataque informático à Sony Pictures.

A informática veio facilitar, muito do trabalho que anteriormente era moroso e burocrático, no entanto, um ataque informático a um país mal preparado, pode colocar uma nação na idade do papel, fazendo desaparecer informações para sempre.

O Director do Departamento de Informática do Instituto Superior Técnico revelou à RTP que os sistemas informáticos das instituições públicas é um sistema obsoleto, que ninguém conhece.

O Professor Doutor José Tribolet, alerta para o facto da informação da Administração pública portuguesa não estar segura.

Basta uma olhada em várias repartições públicas para se verificar que se continua a usar o Windows XP em muitas máquinas, mesmo depois da Microsoft ter retirado o suporte e de existirem soluções grátis que poderiam ser aplicadas aos computadores mais antigos.

A crise mediática que se passou recentemente com a abertura do ano judicial e as falhas do sistema Citius é apenas um pequeno exemplo do que poderá ocorrer em outros sistemas, como o da autoridade tributária e da segurança social. Chega mesmo a afirmar que caso os sistemas deixem de funcionar o governo pode cair.

Urge a criação de um organismo público, capaz de gerir, manter e trabalhar e supervisionar a área das tecnologias da Informática dando resposta às diferentes organizações da função pública, que não seja conspurcado tachos e boys que não possuem competência na área.

Em tecnologias da informática, nem sempre o mais barato ou o mais caro é o melhor!

 

Fonte: RTP via Pplware