Site indexou e disponibilizou 73011 câmeras de segurança privadas

Ou as pessoas andam desinformadas ou sinceramente não se importam com a sua privacidade. A idéia de alguém ter acesso a uma câmera de segurança privada sem ser o dono é assustadora, no entanto ao imaginar milhões de pessoas a terem acesso à mesma câmera supostamente privada é macabro.

A Network World chamou a atenção para um site com ip russo que indexou 73011 câmeras de segurança privadas de todo o mundo. Este problema geralmente acontece por desleixo, ou seja, os donos das câmeras compram o equipamento e não se asseguram de mudar usernames e passwords usando as credenciais que vêm de origem.

Quando lemos o artigo sobre este assunto pensamos seriamente se haveria de também divulgar este uma vez que coloca em causa a privacidade de milhões de pessoas.

Após uma reflexão chegou-se à conclusão que a divulgação é a única forma de chamar à atenção para a realidade deste problema e quem sabe uma chamada de atenção para que os donos das câmaras de segurança possam tomar medidas de protecção.

Apesar destas câmeras poderem ser encontradas por um motor de busca o site insecam indexa todas as 73000 câmaras. Os Estados Unidos são os que mais utilizadores estão desprotegidos. Portugal tem 276 câmeras e o Brasil 1195 à mercê de quem quiser ver.

Apesar deste problema ser grave a sua solução é simples. Se possuírem câmera de segurança em casa ou no vosso negócio, assegurem-se de mudar as passwords e nome de utilizador que vem de fábrica.

Se possuir uma câmera de segurança verifique se a sua está na lista.Este é o verdadeiro bigbrother internacional!