Technoline BC-700 um carregador de pilhas AA e AAA completo a preço amador

O Technoline BC-700 pode muito bem ser a solução para aqueles utilizadores mais exigentes que pretendem esmiuçar todo o potencia das pilhas que se encontram em sua casa.

Este pequeno carregador vem equipado com uma série de funções que permite não só saber se a sua bateria AA ou AAA está morta, moribunda ou cheia de saúde e pronta a utilizar.

Com um custo de apenas 35,02€ o Technoline BC-700 supera grande parte dos carregadores do mercado. Este carregador inteligente analisa e carrega de forma independente cada bateria com uma corrente de 200mA, 50mA ou 700mA.

Ao contrário dos carregadores não inteligentes no modo de Carregamento (Charge) este carregador permite monitorizar durante a carga a voltagem, a corrente em mA, o tempo decorrido e carga em mAh. Este equipamento de forma a não danificar as baterias durante o carregamento, vigia a temperatura de forma a pausar a carga se detectar algum sobre aquecimento.

As bateria de Ni-CD e Ni-MH após muitas cargas perdem gradualmente a capacidade de armazenar energia, de maneira a debelar qualquer efeito memória das baterias, o BC-700 possui a função “Discharge”, que descarrega completamente a bateria antes de fornecer uma carga total.

Se fores como nós que acumulamos muitas baterias recarregáveis, vais chegar ao ponto onde não sabes qual a bateria que está carregada, qual a que se encontra descarregada e qual a que se encontra com saúde. Para isso o Technoline BC-700 possui o modo teste (Test) que carrega e descarrega as baterias de forma que decidamos o destino a dar a elas.

Se por acaso for detectado pilhas “moribundas” e quase prontas a ir para o lixo, este carregador oferece com o modo Refrescar (Refresh) a capacidade de recuperar sempre que possível estas baterias velhas.

Infelizmente nem tudo é perfeito, o Technoline BC-700 é construído num plástico duro que dá a sensação de estarmos a operar um equipamento sem qualquer qualidade, a empresa também deveria dar um pouco mais de atenção aos botões que sofrem do mesmo problema da carcaça. Poderia também ser mais intuitivo, mas nada que um pouco de tempo e alguma pesquisa não resolva.