Universidade de Stanford desenvolve bateria que se carrega num minuto

bateria-ioes-de-aluminioFaz alguns dias que tivemos conhecimento de que a Google encerrou o seu projecto de pesquisa, sobre uma bateria com 5 a 10 vezes mais de capacidade do que as baterias actuais. Felizmente para o mundo, ainda existem laboratórios que continuam a procurar uma bateria melhor.

Uma equipe de Investigadores da Universidade de Stanford desenvolveu um protótipo de uma bateria de iões de alumínio, que apresenta melhorias face às baterias actuais. A nova bateria consegue tempos de carregamento ultra rápidos.

Apesar de ser bastante promissora a equipe responsável pelo projecto da bateria de iões de alumínio, ainda está a atentar resolver alguns problemas, como a inabilidade de conseguir voltagem suficiente elevada, que se degrada bastante após alguns ciclos de carga.

Esta bateria através do uso de um de ânodo alumínio e um cátodo de grafite consegue de momento atingir dois volts, mesmo após vários ciclos de carga/descarga.  Esta tecnologia é bastante mais segura se comparada com as baterias de iões de lítio, no entanto, a característica mais revolucionária, é a capacidade de carregar completamente em apenas 1 minuto.

A implementação de uma bateria com estas características no mercado, não só seria uma excelente notícia para os fabricantes de gadgets e consumidores, como seria capaz de proporcionar o impulso que os carros eléctricos necessitam para singrar no mercado automóvel.

Apesar de muitas limitações, este grupo de investigadores já conseguiu colocar uma lâmpada LED a funcionar e fornecer energia a um telemóvel. Resta a esperança, que este projecto consiga alcançar todos os objectivos a que se propõe.