Youtube deixa Flash por HTML5

Youtube

Já à algum tempo que se vem a anunciar o desaparecimento do Flash. A Apple foi uma das empresas que nunca abraçou o flash nos seus dispositivos móveis alegando falta de performance, pouca segurança, elevado consumo de energia e algumas outras razões.

Na terça feira passada, o Youtube, que é o maior site  provedor de videos em Flash, anunciou abandonar o Flash em navegadores mais recentes e passar a adoptar videos em HTML5. Os videos em HTML5 passam assim a ser norma no Chrome, Internet Explorer 11, Safari 8 e nas versões beta do Firefox .

Desde as primeiras experiências com video em HTML5 no Youtube em 2010, muita coisa aconteceu. Passamos a ter smart TVs, e vários aparelhos capazes de streaming de video que suportam apenas video HTML5.

A Adopção pelo HTML5 decidiu-se a partir do momento que este passou a aceitar ABR (Adaptative Bitrate), permitindo mudar a resolução consoante a qualidade da rede do utilizador. Outras vantagens do HTML5 ficam-se por um buffering mais reduzido se comparado com o Flash.

Não menos importante é o facto do HTML5 suportar o Codec VP9 que fornece uma maior qualidade de video, com uma largura de banda 35 porcento mais reduzida. É a tecnologia do HTML5 que permite aos utilizadores das consolas de jogos, fazer streaming de video dos seus jogos.

O tempo provou que afinal Steve Jobs tinha razão em ser teimoso e não adoptar desde 2007 o Flash nos seus dispositivos móveis.